Jared Leto está quebrando barreiras de gênero


Jared Leto me deixa confusa. Como uma pré-adolescente, caí dura por ele como Jordan Catalano em My So-Called Life, e dizem que você nunca realmente supera seu primeiro amor. No entanto, enquanto eu estava na frente dele em uma festa em Milão há alguns meses, feita em comemoração a nova campanha da Gucci Guilt, me vi sem fala por razões não relacionadas a atração sexual.
Em vez disso, tudo o que eu conseguia pensar era que ele devia ter uma LuMee invisível em tamanho natural o seguindo, certificando-se de que ele esteja iluminado de todos os ângulos em todos os momentos.
Sua pele era angelical; o cabelo tão brilhante que me fez pensar se eu estava alucinando. Basicamente, eu não queria estar com ele tanto quanto eu queria ser ele.
Esta - capacidade de Leto de inspirar tanto inveja quanto cobiça - é o que faz a sua mais recente colaboração com Gucci tão perfeito. Ele estrela como o rosto de homens e mulheres de Gucci Guilty, algo que poucos, se houver, marcas fizeram antes. Na campanha para a fragrância, ele e duas modelos estão aninhados em um hotel, andam pelas ruas, descansam sobre a cama, nus.
Cenas como essas são naturais, porém, quando Leto é o protagonista. O ator tem quebrado as barreiras de gênero, desde quando começamos a observá-lo, fazendo o ajuste ideal para uma campanha de beleza que tem o objetivo de atingir os consumidores progressivos.
A seguir, eu converso com Leto sobre a fragrância, inspiração e a quebra de papéis tradicionais de gênero - em beleza e além.                                                                  


Este anúncio da fragrância é tão diferente de qualquer outro que já vimos antes. Foi importante para você e (diretor criativo da Gucci) Alessandro Michele que fosse diferente de um típico anúncio de perfume?
J: Sim, acho que foi. Alessandro Michele teve uma visão desde o início. Acho que da mesma forma que ele aplicou essa visão para o mundo da moda e roupas, ele seguiu essa visão com isso, também. Então ele queria fazer algo que fosse diferente, bravo e corajoso, e foi divertido fazer parte dessa jornada.

Você disse que muitas coisas foram improvisadas no local; Certas coisas que você queria capturar estavam lá?
J: Nós tivemos poucas regras, mas tivemos alguns pensamentos e ideias. Eu acho que estando em um lugar como Veneza - é uma cidade impossível, em alguns aspectos, não deveria sequer existir porque é uma cidade construída sobre a água que foi querida na existência. - você é capturado pelo espírito. Tem sido historicamente um lugar para a exploração e indulgência, e é a casa do Carnaval, por isso meio que temos essa sensação de mistério e magia.

Você está representando tanto os homens e mulheres em uma linha de fragrancia, que nós não vimos os outros fazerem. Você espera fazer uma certa indicação sobre a beleza com esse papel?
J: Fiquei muito honrado por ter sido convidado para ser uma parte dela. Eu tenho um grande respeito por Alessandro e eu acho que ele é um artista muito talentoso. Tornamo-nos amigos em primeiro lugar, e então ele me pediu para fazer este projeto com ele. Acho ótimo representar as pessoas em vez de representar um gênero.

Essa ideia parece estar se espalhando, especialmente na industria da beleza, que é cada vez mais inclusiva como um todo. Como você acha que se encaixa nisso?
J: Eu sei que eles estavam procurando por alguém que fosse inesperado e uma escolha diferente. Pelo menos é o que me disseram. Estou feliz por ter sido essa pessoa para eles. Acho que é um reflexo dos tempos em que vivemos, que é esperançosamente todos nós nos movendo em direção a um futuro com mais aceitação, com menos rótulos e restrições.

Já houve um tempo, tanto para um papel, música ou na vida, quando você sentiu que tinha que estar em conformidade com mais de uma ideia hiper-masculina da beleza?
J: Eu realmente nunca senti um fardo, mas eu acho que quando se é um jovem do sexo masculino na América, somos ensinados que há uma ideia de masculinidade. Acho que, provavelmente, poucas pessoas se encaixam em um ideal perfeitamente. Acho que as pessoas tem um monte de diferentes maneiras de se expressar, e identidade é um tema tão importante, especialmente quando você é tão jovem e tem mais perguntas do que respostas sobre tudo. Acho que Alessandro tem realmente um grande instinto, não só no que ele faz com seu trabalho visual, mas também em como dizer algo. Isso é uma coisa incrível a ver com o seu trabalho, especialmente com uma empresa icônica como Gucci. Quero dizer, é a era de ouro e ele trouxe este renascimento, e é realmente divertido ser uma parte e contribuir, de alguma maneira.                                              


ALGUMAS VEZES AS PERGUNTAS SÃO MAIS IMPORTANTES DO QUE AS RESPOSTAS E AS VEZES NÓS NÃO ENCONTRAMOS RESPOSTAS


Vamos mudar um pouco de assunto. O Coringa tem um olhar tão icônico em Esquadrão Suicida. Como você fez para moldar isso?
J: Foi ideia do diretor David Ayer. Ele tem uma forte ligação pessoal com as coisas, como todos nós, e ele trouxe isso para a mesa. Mas nós falamos sobre fontes de inspiração, e tudo sobre ditadores e lideres de cartéis, e nós puxamos de todas as fontes.

O personagem personifica esses tipos de pessoas, não é?
J: Você sabe, você vê essas armas banhadas a ouro em Esquadrão Suicida; que é uma linha reta das armas banhadas a ouro dos narcos.

Como a sua carreira musical te dá inspiração?
J: Há realmente poucas coisas que são tão inspiradoras como um concerto ao vivo. Música nos trouxe todo o mundo várias vezes. Nós viajamos incessantemente. Alguns artistas passam mais tempo na estrada, enquanto alguns artistas passam mais tempo no estúdio. Mas pessoas diferentes têm escolhas diferentes. Estamos constantemente em diferentes países e diferentes lugares.

Nós conversamos muito sobre identidade. Que conselho você daria para alguém que está lutando com a deles?
J: Eu diria para ouvir a si mesmo. Tire algum tempo para calar as vozes externas e realmente meditar sobre as perguntas. Às vezes as perguntas são mais importantes do que as respostas e, por vezes, não encontramos respostas. Às vezes perguntas que nós fazemos em uma determinada idade não são tão grandes quando nós temos outra idade. Sei disso, porque me aconteceu. Acho que é bom ouvir a si mesmo e seguir aquela voz e seu coração.


Fonte: Refinery29.uk

Jared Leto no "The Tonight Show Starring Jimmy Fallon

Jared apareceu no "The Tonight Show Starring Jimmy Fallon". Veja o vídeo clicando na imagem abaixo.


Jared Leto, Skrillex & Rick Ross – Purple Lamborghini – Music Video

FOTOS: Jared & Shannon em Coachella - Dia 2 (16.04.16)

Image and video hosting by TinyPic

Jared e Shannon participaram da 'The Retreat Palm Springs 2016' em Palm Springs (CA), 16 de abril. Eles foram fotografados com Travis Andres. Veja abaixo:
    

FOTOS: Jared em Coachella Valley- Dia 1 & Dia 3

Jared Leto participou do 1 e do 3 dia do Coachella Valley de Música & Arts Festival. Clique neste link  e aqui, para conferir as fotos.
http://www.justjared.com/2016/04/16/jared-leto-aaron-paul-check-out-day-1-of-coachella-2016/#more-1213835